Postagens

Mostrando postagens de Março, 2017

_Somente cinco, para trinta.

Ela rabisca, como de costume, desejando uma nova ideia. Em vão, os vários traços e pequenos círculos de sempre dominam o papel como se ilustrassem a confusão que ali habita. Aquela jovem moça se esbarra na ânsia por tudo querer, mas nada poder. A impotência de criar ideias que apenas preenchem o vazio das folhas antes em branco, que jamais passam de meras anotações. A vontade, as vezes intensa, se afunda no dia a dia em meio a turbulenta pressão do tempo que voa e não lhe permite se dedicar ao que gosta, a não ser ao sono de noites mal dormidas tentando se encontrar em uma realidade paralela através dos sonhos.             Em meio a crise econômica, ela se depara com a existencial. Talvez seja o peso dos seus vinte e cinco anos que já soam apenas como aqueles cinco, que faltam para chegar aos trinta. E então, se atropela com tantas cobranças na mente.             Ela por vez se questiona. Seria a hora de desistir dos antigos anseios e viver a tal rotina estereotipada por todos - ou…