Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2009

_mais valor_

Um colo pra deitar, um pescoço para abraçar e um ombro para chorar.

As vezes uma casa vazia não é tão bacana. E a companhia da tv não é suficiente para te fazer esquecer o que pensas. Os barulhos são silêncio junto ao vazio, que consomem o tempo que voa, mas demora a passar.

As vezes a falta de alguém é tão grande que parece ser egoísmo não querer por aqui ficar. E talvez ninguém possa compreender a falta que sinto. O aperto por nao poder ter perto. A angústia por estar longe e não ser capaz de mudar.

As vezes sou obrigada a crescer, mesmo não querendo. E então, perceber que o que passou não volta mais. E quem sabe, em outras oportunidades, aprender dar mais valor.

_minha vez_

O inesperado e incerto é o que te faz seguir em frente. Então siga...
Se a vida lhe deu uma segunda chance, por quê não arriscar? Esta é a hora...
- Agora é a minha vez!

_por que parar_

Saber, pensar, sentir. Tentar mudar.

No passado, paciência. Hoje, ausência.
E amanhã, talvez nem persistência.

Enquanto acredito em mudanças à alguns,
a outros, apenas o tempo pode dizer.

Não me conformo.
Por que parar, se existe muito aprender?

_já não quero _

Melhor parar de fugir, se enganar com suposições. Criar ilusórios finais.
Abrir os olhos, perceber que já não sentes mais. O que houve em tempos atrás.

O mesmo eu já não quero mais.