Eu gosto assim, quando chega quieto, calado, bem devagar.
Gosto dos olhares trocados, dos sorrisos no canto da boca.
Gosto da sensação sem graça transparecida em minhas bochechas coradas.

E sem perceber, me dou conta que já mudou meu mundo,
que já me joguei com tudo.
E já não sei mais pensar outra coisa a não ser em como trazer você pra perto de mim.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

_Somente cinco, para trinta.

_quando menos imaginamos_

_amor.