_quando menos imaginamos_

A vida nos prega peças. E numa constante, segue assim.
Por hora, não compreendemos falhas.
Mas são essenciais para se construir um futuro.
As coisas acontecem quando menos imaginamos,
confundem pensamentos e nos fazem perder a cabeça.
É como estar sem rumo, e se deparar com o que mais se espera.

- Desta vez ainda permaneço sem ar.. mas com um rumo a seguir.
Espero que o amor, mais uma vez não me dilacere no final.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

_Somente cinco, para trinta.