_e enquanto não encontra, sonha_

Luzes fortes. Som ensurdecedor. E uma multidão na platéia. Dentre a tantos; eu, você, ele, ela, geral. Assim formando um todo. E vagando por la também estava meu pensamento que livremente quer adentrar-se a todos os cantos em sua procura. E enquanto não encontra, sonha.

Talvez sonhar é o que me permito fazer nas horas em que tento encontrar-te. Em vão. De que me adianta sonhar quando isso já não mais basta? Eu na verdade sinto a necessidade de viver. Viver ao lado seu. Sonhando os mesmos sonhos. Criando novas histórias, escrevendo melhores estas linhas mal escritas em um blog qualquer.

Venha. Que eu estou a te esperar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

_quando menos imaginamos_

_Somente cinco, para trinta.

_amor.