_esquivar-me das verdades_

Dizer a mim mesma que nada sinto é esquivar-me das verdades. E nas indas e vindas, repentinamente, as mudanças. E as ações passageiras qual o tempo tarda a levar. Uma, duas, três, ou quantas mais serão necessárias. Talvez eu ainda não saiba brincar de amar. E nessas horas, perder o controle, torna apenas o jogo mais complicado.

- Num tempo de inconstâncias, o melhor a fazer é lançar os remos e seguir apenas para onde o vento fluir. É o jogo da vida, minha garota. É a vida.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

_quando menos imaginamos_

_amor.

_Somente cinco, para trinta.