_não vejo mais nada_

São dias cansativos. Dias produtivos e improdutivos ao mesmo tempo.

Se dedicas a tal, peca noutro. E por vezes não consegue alinhar, entrar num consenso.

Essa semana de fato fora agitada. Um fluxo contínuo de trabalho jamais vivido. Um cansaço pela falta de noites mal dormidas. A aparição de quem já esquecera. A saudade sanada aos poucos ao ver aquela pessoa que por muito, fez a diferença em seus dias. Um carinho e um pé atras com o coração. Os erros insistentes de um lado. A falta de atitude doutro. Tantas coisas. E sempre o apoio de quem sempre esteve do seu lado.

São tantos ocorridos. E ainda por cima acaba deixando quem não merece, chateados... Não vejo mais nada. Meus pensamentos estão todos embaralhados. Até mesmo minhas mãos já perdem a coordenação. Eu preciso de férias. De longas noites. De novos dias.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

_quando menos imaginamos_

_amor.

_Somente cinco, para trinta.