_havia outro alguém_

O dia amanheceu e junto a ela, havia outro alguém. Numa sensação de proteção e bem-estar que há tempos não sentia.

- Confesso que ando me surpreendendo, e não quero mais privar-me de acontecimentos devido ao medo ou qualquer outro sentimento que barre minhas ações e consequentemente, limite a minha felicidade.

Se a vida novamente propõe escolhas, ela escolhe seguir os ventos da estrada da felicidade. Da dela, e da dele também.

- Chega de se trancafiar esperando que aquelas estórias que você criou renasçam. O presente agora se faz mais importante. Mesmo que o futuro não seja condizente com os dias atuais.

- Eu preciso voltar a sorrir e suspirar. E parece que alguém começa a me proporcionar tais.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

_Somente cinco, para trinta.

_quando menos imaginamos_