_mais um do caderno_

Estava então a pensar nas coisas boas da vida. Nas razões por estarmos onde estamos.

Vejo gente por todos os lados, e por vezes o barulho é tamanho que chega a ser ensurdecedor. Então, por momentos, eu me pergunto o que faço aqui se lá fora esta você. Em algum lugar. Qual demoro a encontrar. Estremeço. Penso. Tenho medo. E desejo. Por tempos, que estivesse aqui. Não quero ser a mesma. Que apenas lança palavras para um leitor qualquer. Elas necessitam ser mais diretas para ti.

E talvez voltando ao início do texto, mesmo que clichê, "aproveitar as coisas boas da vida". É difícil encontrar novas perguntas para o que ja se tem respostas.

Já não sei o que escrevo. E já não quero mais pensar. Apenas, sair e viver.


(Não sei de quando é, mas é mais um do caderno...)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

_quando menos imaginamos_

_amor.

_Somente cinco, para trinta.